segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

CHAMAS....



“A vida é um incêndio:



nela dançamos salamandras mágicas.



Que importa restarem cinzas



se a chama foi bela e alta?



em meio aos toros que desabam,



Cantemos a canção das chamas!!



Cantemos a canção da vida,



na própria luz consumida…”





(Mario Quintana)


 Dentro do teu ventre mora um monge.
Ele quer ser único e ditar todas as regras,
Não gosta de ser passado prá trás,
 Deseja todos os olhares,
Quer controlar todos os teus sentidos
Almeja todos os teus orgasmos.
Não dorme, não come, não vive...
É todo exageros.
Contempla o que é teu, gosta do que possui,
Idolatra-te e a ti respira,
Não tolera ausências,
Questiona tua frequência,
Direciona teus passos,
Venera o negro.
Mora no submundo dos teus sonhos,
Tateia teu corpo,
Descansa na fluidez das tuas veias...
É inconsequente e penetrante
 Visível e constante
E eu de dominadora
....á dominada.

    
  Na Têmpora rolando : Só por uma noite - Charlie Brown Jr  CLIP AQUI

3 comentários:

Tiburciana disse...

MArio Quintana é sempre Mario ...
Amo ele
Parab´´ens pea escolha bjos

b disse...

Você já começa com Mário Quintana e o que posso escrever depois de tudo isso?
Nada - apenas desfrutar.

feiticeira disse...

Ale ficou potentíssimo, forte, mesmo como eu gosto, embora ande aqui às voltas com o sentido do monge, mas às vezes não é preciso compreender uma coisa para se gostar dela, gosta-se e pronto. Li uma vez num livro que existem coisas que servem tão somente para embelezar a vida, olha mais ou menos como eu vejo alguns tipos de arte. Beijos.