quarta-feira, 14 de abril de 2010

VESTIDO DE MADEIRA...


“Vai passar, tu sabes que vai passar.
Talvez não amanhã, mas dentro de uma semana,
um mês ou dois, quem sabe?
O verão está aí, haverá sol quase todos os dias,
e sempre resta essa coisa chamada ‘impulso vital’.
Pois esse impulso ás vezes cruel,
porque não permite que nenhuma dor
insista por muito tempo,
te empurrará quem sabe para o sol,para o mar,
para uma nova estrada qualquer
 E de repente, no meio de uma frase
ou de um movimento te surpreenderás
pensando algo assim como
‘estou contente outra vez’.(…)”

Caio Fernando de Abreu


Isso é para um queridíssimo
que anda meio dodói do coração.
Juro que odeio quando isso acontece.
Ver alguém sofrer.
Me dá vontade de esganar, de matar !
Aí você lê isso e pensa:
"Nossa...que desequilibrada..."
E eu te digo que se fosse desequilibrada iria
lá e faria com as minhas próprias mãos,
Estou mais pra Maquiavélica...
Sabe, aquela que não faz, mas manda executar.

Ra ! Que meda...
Mexe com quem eu gosto não....

Beijooooooo
(especial pra você Má)

Um comentário:

Olavo disse...

A tempos nao lia um poema tão verdadeiro..ou pq serve para mim..
vou copiar se permitir...
Beijos