terça-feira, 11 de agosto de 2009

ÍNTIMO E PESSOAL.............






Ela fugiu para dissuadir...


Erros, acertos,


Vontades, desculpas,


Imperdoáveis instantes...


Calma inexistente,


Ela desistiu do mundo,


Entre dúvidas e acasos


Verdades e deduções


Instantes tão inconstantes...


Ela proferiu o perdão...


Acreditou nas palavras,


Encurtou as distâncias,


Guardou o segredo,


Não ouviu mais nada,


Ela gritou a saudade,


Apontou a escolha,


Chorou a espera


E a chuva caía....


Ninguém duvidou,


Ela pertenceu a um estranho,


Entre camas e lençóis,


Olhares e sussurros,


Lugares e destinos,


-Maratona de sentidos-


Ela viveu em mãos alheias...


Percebeu a importância,


Desequilibrou a certeza,


Aqueceu o toque,


Adormeceu serena...


Ela abriu os olhos...


Mergulhou em pensamentos,


Transformou-se em sussurros,


Desabou em desejos,


Quis a morte.




Loucura Extrema,


Perfeita Ilusão,


Tempo incerto,


Gestos, Ira,


Ela vê o inverso


Ela é invisível...


Ela te confunde,


Ela te mostra o prumo,


Ela te guia p/as trevas,


Ela te entende,


Ela sabe sempre...


Ela não conhece nada...


Ela não quer ninguém,




Ela possui o que quiser


Ela tem todas as dúvidas.


Ela é só Ela.

Beijoooooooooooooo



Um comentário:

Mågø Mër£Îm disse...

E ela sendo "só ela" dessa forma... ja me bastaria... rs

Obrigado pelo carinho.

Beijo grande!