segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

THE DISTANCE...



O mais lindo som da vida virá sempre acompanhado do silêncio em nossas almas.

A vastidão de nossas mentes sedentas

Em busca de respostas para a imperfeição de nossas vidas,

Atrás dos caminhos ora perdidos ,

E de todo desencontro marcado por desilusões

E algum amor...

Pairando entre trevas e luz...

O assustador não mais existe...

Comungo com o inesperado e conhecido adeus.

Dos deuses, as preces

Dos anjos, as assas,

Do infinito, a distância,

Do sonho, o amor vivido

Da espera, o encontro,

Do paraíso, o mar,

Da minha vida, você.




PS: Não apenas palavras, mas confusões transcritas em rabiscos,

Não em papéis, mas em conhecida sintonia.

Uma brincadeira quase séria,

Uma verdade quase irresponsável,

Tudo que você ainda não sabe ???

Duvido...


Beijooooooo

Ale




3 comentários:

Rodrigo Brower disse...

Lindo texto, imagens divinas e ainda ao som de Luxuria, amei! Bjs

Salve Jorge disse...

Nada como estar à mercê
De algo que não se vê
Mas florece em você...

Miguel Barroso disse...

Escreve-se bem aqui