terça-feira, 30 de outubro de 2012

PRETENSÃO/ BLOCKED


 
 
Sou eu, eu mesmo,
tal qual resultei de tudo,
espécie de acessório ou sobressalente próprio,
arredores irregulares da minha emoção sincera.
Sou eu aqui em mim, sou eu.
Quanto fui,
quanto não fui,
tudo isso sou.
Quanto quis, quanto não quis,
tudo isso me forma.
Quanto amei ou deixei de amar é a mesma saudade em mim.


Álvaro de Campos
 
 
 
 
Eu só imagino, mas verdadeiramente NÃO SEI,
Sei que não posso controlar tudo nem ninguém,
As palavras certas poderiam explicar tudo,
Mas o destino tá sendo traçado,
E aí ??? Vida que segue...
Tentei , mas um olhar diz muito mais...
Em outra direção, com outros pensamentos,
Mas aqui dentro de mim,
   Não importa... não mais   
Bjoooooo
 
 
 
Na têmpora rolando:
Apenas mais uma de amor
Lulu Santos ( por NX ZERO)
clipe AQUI 
                                                     
 

Um comentário:

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Como vai???
Outras nuances sobre o amor...
Bjs de paz e bem