sexta-feira, 10 de outubro de 2008

DESAPEGO...






“O maior ato de desapego é soltar o passado

e as preocupações com o futuro e viver o momento presente.

Quando fazemos isso concentramos nossa atenção e energia

e não nos desvitalizamos com críticas, comparações e julgamentos.

O desapego nos liberta da culpa e do arrependimento,

que são grandes desperdícios de energia.

No momento presente, não precisamos possuir ou perder nada.

“Minha vida é perfeita aqui e agora.”



Santo Ignácio de Loyola




O tempo figurando como o "senhor da razão".
Até quando ? Até onde ?
O meu tempo não tem limites, ele se fez urgente muito antes de perceber
a real importância da minha pressa...
Ou seria o excesso da minha calma???
Refém de uma lacuna temporal,
Prisioneira de um instante ilimitado.
Uma vida morna...desperdiçada...
Só isso não tolero.
Se alguma coisa em sua vida
faz vc ficar inerte a ponto de não mover um músculo sequer,
Ou não te entusiasmar, não despertar em você algum tipo de emoção....
Amor, raiva, ódio, tristeza, ira, desapego, ou mesmo indiferença,
Jogue fora....isso sim é perda de tempo.
Mantenha-se vivo simplesmente não negligenciando-se.

Mas agora não quero mais falar em nada filosófico.
Quero sim é falar que hj o dia tá lindo... eu existo,
vc permanece, nós temos muita sorte e devemos agradecer...
É momento de agradecer por tudo que temos ou áquilo que ainda não possuimos,
Porque somos seres saciados e demasiadamente abençoados.
Minha fé não é lá dessas coisas mas preciso dizer:
OBRIGADO MEU DEUS POR TUDO QUE ME DESTINAS.
Mas desapego mesmo a gente aprende pegando....
E não sentindo mais falta.
É um pegar e largar assim...
de lado e pra sempre.
Fuiiiii....

Um comentário:

Tâmara disse...

Eu ando sempre brigando com o Sr. Tempo!

beijos!